30.12.15

LET IT GOOO

DEIXEM OS DINOSSAUROS DO ROCK PARTIREM PPL ! NÃO SOFRAM TANTO QD ELES FALECEREM, POIS CUMPRIRAM SUA MISSÃO DIVAMENTE E TIVERAM QUE IR, ESTÃO IDOSOS ! PAREM DE TORCER PARA REUNIÕES FALIDAS DE BANDAS ! PAREM POR AMOOOR DE PRODUZIREM E IREM EM FESTA "DE VOLTA AOS ANOS..X" ! POR DEOSSS, E O PRESENTE ?

Caracas, não eram os rockeiros os em prol da música verdadeira, do coração, revolucionária ? Já não dá para ver que essas bandas já fizeram sua parte, que o que foi revolucionário e novo no passado hoje é apenas clichê, e cabe a nós procurarmos no presente os artistas que o estão fazendo agora ? Com certeza não são os dinossauros. Raros estão, Gilmour talvez. E não me venha com papinho de que os que fazem no presente não existem, pq eu conheço altas magias atuais que vão muito além da imaginação do quadrado de antes !

UFA. Precisava escrever, mesmo q só minhas habituais moscas leiam.

A tempo : o pedido acima não significa que devamos deixar de chorar a partida de um mágico ser, ou ir eventualmente a uma festa nostálgica, e curtir o som que esses seres nos deixaram. Mas percebo que há uma maioria totalmente apegada ao passado. Rock-do-passado-is-life kind of thing. Morre qd alguém que nem mais atua no cenário musical falece, dizendo que a música está condenada. Condenada ? Arre ? Open your eeeeyes !!

11.12.15

it feeels so looo-neeeeeee-ly

to walk this paaaath

insaaaai-d

4.12.15

Satisfaction

Já notei q recebo feedback d alguns seres humanos (ou indiretas mesmo) de que, como eu, uma pessoa q posta majoritariamente sobre um mundo q considero melhor, mais leve, pessoas melhores, ações nova era, q faz terapias holísticas, admira tais magias, etc, pode, na vida real e virtual, também vacilar, errar, manifestar raiva, tristeza, ciúmes, loucuras e demais coisas "inferiores" e "pesadas". Noto q mencionam ser isso uma certa hipocrisia da minha existência.

Ora pois, gente. Sinto q devo me explicar. Minha busca por equilíbrio e por uma sociedade mais esvoaçante, ñ faz de mim neste presente uma diva iluminada digna de um troféu de imaculada perfeição. Nunca disse q eu me achava isso, aliás. Para ninguém.

Manifesto ainda em mim muitos toletes debaixo do iceberg a serem removidos e me considero em intensa busca por cura, equilíbrio, auto perdão e integração. De, inclusive, tomar cada vez mais consciência para conseguir parar de vacilar comigo e com os demais seres.


Se descondicionar de um padrão de caos, qd vc nasceu sendo programado para ser uma ovelha individualista e fragmentada, ñ é naaaada fácil.

Haja desconstrução, reconstrução e solidificação de novos hábitos. Se eu, os deuses e os ets quiserem, um dia chego lá. E qd lá chegar, dobrar a meta, etc. Pq a lombra da imperfeição é justamente oq nos mantém em movimento, né ?

Posto tais magias inclusive para me e, quem sabe de quebra, vos inspirar a ter esperança de que com esforço podemos todos ser melhores e construir um conjunto de gente melhor. Aos poucos, né. No limite de cada um.

Sugiro então que levem tal em consideração ao buscar contradição em minha existência. Convido todos a usarem/perceberem mais seus espelhos (eu tambéeem), pois estamos em tempos de buscar o autoconhecimento e evolução, e ficar a me cutucar com tais menções ñ tem me ajudado e ñ imagino q vos ajudará em vosso processo tampoco.

With love

3.12.15

#@%*&#@$P*%($@

QUANDO DE LÁ DE DENTRO NADA MAIS VEM DOQ AQUELA EMOÇÂO ARDILOSA, VINGATIVA EM Q O SER SAI LOUCO QUERENDO XINGAR CONTROLAR E CULPAR O MUNDO POR TODOS OS INFORTÚNIOS OCORRIDOS E POR TANTOS "AZARES".O RACIONAL QUE JÁ QUER OBRIGAR UM ESPIRITUALIZAR ATRAPALHA QUEM SÓ QUER XINGAR. O CORAÇÃO ÀS VEZES INTERVÉM NA TENTATIVA DE UMA VIBRAÇÃO D MATURIDADE MAS SOMENTE A ARDÊNCIA QUER EBOLIRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRLDFSÇFLSDSLFFSÇDDÇSDSFLDSÇFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF#@%*#$)(%*

26.11.15

Voice

Me sinto tantos e tantas ao mesmo tempo. Uma hora sinto que sou uma, e é só olhar para outro que me sinto mais vibracional para tal.

Tô fora de mim. Há tempos. Difícil reconhecer isso depois de tantos carnavais. Depois de "amadurecer", mas ainda assim não saber claramente o que sou e para onde vou.

Pois vou aos poucos cortando tudo o que é tolete. E não deixarei mais nada entrar. Uma vez vazia, sei que vou finalmente me encontrar.

Tempos Borbulhantes

Estamos chegando em tempos de sermos sagazes e conseguirmos responder a todo e qualquer estímulo-ativador com amor, gratidão, perdão e de preferência estar sempre presente.

Mas confesso que tentar responder com amor (e consequente ausência de amor próprio) a tanto machismo assassino, só me fez sucumbir, me auto-destruir, etc. A achar que tudo isso é normal. Tenho poder e escolha própria, claro, mas antes disso demorei muito para perceber que se tratava de uma violência. Você vai aos poucos imergindo na situação e acaba se questionando se é realmente louca, realmente chata, realmente tudo, por um tempo. E quando vê, está tolerando coisas que nunca imaginaria, em nome do "amor".

Sim, não há "vítimas", tudo acontece porque tem que acontecer, e amém para um dia atingirmos esse estado de consciência mais elevado e agirmos de acordo.

No momento ainda parece estranho ignorar e simplesmente amar o que há tempos vem acontecendo. Não é o silêncio também uma forma de violência ? Diante de tudo isso que vem acontecendo há muitos anos, expostos na luz agora nas hashtags #amigosecreto e #meuprimeiroassedio, #feminismo, e muitas outras ?

Feliz ou infelizmente (ou os dois, hah), ainda vai ter muita "minoria" nervosa aí, botando para fora toda a dor que já passou, agora que a internet deu essa abertura.

Torço para transmutarmos isso logo, e enfim conseguir enxergar e ir além.

18.11.15

8-80-yin-yang-positivo-negativo-gigi


Caminho pela luz
Diva que reluz
Magia que conduz

Total aonde quero estar
A flutuar, fluir e navegar
A leveza do bem estar

Pois lá de dentro sinto um nó
Um ardido, mas que dó

Cutuco ou deixo estar ?
Vou senti-lo, e oh, mas o quê ?

Estou a desabar !
Densificar, pesado está o meu andar !

Ah, este já conhecido pântano, você por aqui ?
Já não devia eu estar fora daqui,
Man, gosma ! Just let me be !!

Paciência, ciência, atrás dali
Há algo que ainda não aprendi

Inspira, expira, devo seguir
Este cenário também é parte do meu evoluir.