14.3.16

Seguindo em frente ~*

Já fui pras ruas em 2012, qd começaram várias magias d seres acordando em busca d um Brasil (e mundo) melhor. Me reunia com anonymous, zeitgeists, marcha contra corrupção, ocupas e todos esses que me pareciam sagazes e cientes do que seria legal fazer para evoluirmos enquanto sociedade.

As reuniões eram constantes e intensas, as trocas d ideias online muito interessantes, mas como éramos muitos e plurais e apartidários com partidários, a coisa ñ fluiu para se articular. Nisso, fui percebendo a máxima: a mudança principal em prol de uma sociedade mais diva, sustentável, cooperativa, tecnológica, produtiva, equilibrada, respeitosa, num mix evoluído de capitalismo com socialismo e demais novos elementos, depende em gigante parte de cada um se dispor a se auto conhecer profundamente e identificar em si oq ainda contribui para todo esse fedor q anda rolando.

As marchas d 2013 eram bem interessantes, cheguei a ir. Mas já me pareciam um pouco menos lúcidas.

Essas de agora me parecem uma bad trip, uma coisa engraçadona e assustadora ao mesmo tempo, onde vejo pessoas do caos sim, mas tb muitas q considero como existência sendo manipuladas pelo dark da galeraí sem coração, querendo mandar, se armar, dominar, sugar o povo mais e o planeta também.

Por deos, e agora ? Guias espirituais sagazes mencionam : ñ se omita mas não bata de frente, ñ critique.

Me falta a percepção da tênue linha sagaz que de fato nos ajudará a sair desse furacão até agora desgovernado, mas com vários tipos d seres querendo pegar a guia.

Deixo apenas minha experiência : ao começar a me auto conhecer e começar a praticar melhor oq quero para esse mundo (ainda muito me falta para atingir o ideal), fui atraindo e me conectando a muitas pessoas em jornadas parecidas, oq dá bastante esperança na possibilidade real de criarmos algo além doq já existiu.

Fica aqui uma troca, um chamado, uma esperança, uma utopia para alguns, talvez até um desaforo para outros.

A jornada do autoconhecimento é enooorme, deveras intensa mas mt gratificante. Mtos padrões ruins q comandam nossas ações vem pra consciência e começamos a ter o poder d modificar nossos caminhos e repetições. Vemos ou nos tornamos abertos para ver onde estão nossos preconceitos, nossos machismos, nosso egoísmo, nossa ausência de amor, empatia e respeito ao próximo, etc. Ao mesmo tempo que identificamos a nossa parte legal, a qual vale alimentar e fortalecer. E a partir daí temos q agir, incorporar os novos padrões q consideramos mágicos, tropeçamos, retomamos, etc etc

Para quem for possível, sentir o chamado ou apenas por curiosidade, sugiro começar o quanto antes, pois todos costumam se beneficiar 🌺 

Qt mais consciente somos, imagino ser também maior a chance de quem assumir a rédea do furacão ser composto de seres em prol d construir uma interação mais amorosa entre (todos) nós e o planeta. E é por isso q ando torcendo 🖖🏻


10.1.16

Curebas




Em meio a tantas curas naturebas holísticas, na correria dessas tantas coisas que curam e fazem bem, me debato e entro em dúvida sobre quando começarei de fato a viver bem, tranquila e equilibradamente. Recaídas na minha old-me já tive, por por vezes me rebelar em tal dúvida.

É reiki de manhã, meditação da respiração, limão no jejum, mil gotinhas disso aqui, colher de pozinho acolá. Cuidar do querido kefir que de sua atenção precisa, aprender a plantar e cuidar de suas plantas. Ir na feira orgânica pra ter aquele produto digno, cozinhar para garantir que nada de errado entrará em tal receita, ou acompanhar quem a cozinha. Ir em busca das curas mais leves que a natureza oferece ao nosso corpo, evitando recair nas 'drogas legais', padrão das farmácias e medicina ocidental sem real necessidade. Encontrar a terapia salvadora, e depois encontrar a próxima rs

Seguindo faço uma dança do ventre conectadora ao feminino e a pés no chão, acompanhada também da massagem purificadora de toxinas e corredora de energias. Conectando tais aprendizados e cuidados naturebas a criar meu saltitante e aventureiro filhote ! A tudo isso, brilha ainda a me inspirar, a querida música, que apesar de não ter sido nesses tempos meu principal foco, nunca deixou de me abandonar o coração e suas materializações, mesmo que mais intermitentes, a respeitar esse meu momento.

Pisco e de repente é noite, de repente fim de uma semana, mês, 2 anos ! Vivendo para me curar ! E buscando que meu guri não tenha que passar por tais curativos, ajudando ele a se limpar desde já e a não se "sujar" tanto. Obviamente respeitando quem ele é. Ufsss..

Entendo q isso é um momento, afinal tantos anos passei em total descaso kekekekek e mesmo agora ainda não zerei em disciplina. E eis q o momento de auto-percepção e recuperação chegou e realmente dele não posso mais fugir.

Pois bem, desabafo aqui no meu diário online de aventuras, e sigo a limpar, limpar, limpar. Limão,  maçã, dente de leão, alguém ? Cheers !

30.12.15

LET IT GOOO

DEIXEM OS DINOSSAUROS DO ROCK PARTIREM PPL ! NÃO SOFRAM TANTO QD ELES FALECEREM, POIS CUMPRIRAM SUA MISSÃO DIVAMENTE E TIVERAM QUE IR, ESTÃO IDOSOS ! PAREM DE TORCER PARA REUNIÕES FALIDAS DE BANDAS ! PAREM POR AMOOOR DE PRODUZIREM E IREM EM FESTA "DE VOLTA AOS ANOS..X" ! POR DEOSSS, E O PRESENTE ?

Caracas, não eram os rockeiros os em prol da música verdadeira, do coração, revolucionária ? Já não dá para ver que essas bandas já fizeram sua parte, que o que foi revolucionário e novo no passado hoje é apenas clichê, e cabe a nós procurarmos no presente os artistas que o estão fazendo agora ? Com certeza não são os dinossauros. Raros estão, Gilmour talvez. E não me venha com papinho de que os que fazem no presente não existem, pq eu conheço altas magias atuais que vão muito além da imaginação do quadrado de antes !

UFA. Precisava escrever, mesmo q só minhas habituais moscas leiam.

A tempo : o pedido acima não significa que devamos deixar de chorar a partida de um mágico ser, ou ir eventualmente a uma festa nostálgica, e curtir o som que esses seres nos deixaram. Mas percebo que há uma maioria totalmente apegada ao passado. Rock-do-passado-is-life kind of thing. Morre qd alguém que nem mais atua no cenário musical falece, dizendo que a música está condenada. Condenada ? Arre ? Open your eeeeyes !!

11.12.15

it feeels so looo-neeeeeee-ly

to walk this paaaath

insaaaai-d

4.12.15

Satisfaction

Já notei q recebo feedback d alguns seres humanos (ou indiretas mesmo) de que, como eu, uma pessoa q posta majoritariamente sobre um mundo q considero melhor, mais leve, pessoas melhores, ações nova era, q faz terapias holísticas, admira tais magias, etc, pode, na vida real e virtual, também vacilar, errar, manifestar raiva, tristeza, ciúmes, loucuras e demais coisas "inferiores" e "pesadas". Noto q mencionam ser isso uma certa hipocrisia da minha existência.

Ora pois, gente. Sinto q devo me explicar. Minha busca por equilíbrio e por uma sociedade mais esvoaçante, ñ faz de mim neste presente uma diva iluminada digna de um troféu de imaculada perfeição. Nunca disse q eu me achava isso, aliás. Para ninguém.

Manifesto ainda em mim muitos toletes debaixo do iceberg a serem removidos e me considero em intensa busca por cura, equilíbrio, auto perdão e integração. De, inclusive, tomar cada vez mais consciência para conseguir parar de vacilar comigo e com os demais seres.


Se descondicionar de um padrão de caos, qd vc nasceu sendo programado para ser uma ovelha individualista e fragmentada, ñ é naaaada fácil.

Haja desconstrução, reconstrução e solidificação de novos hábitos. Se eu, os deuses e os ets quiserem, um dia chego lá. E qd lá chegar, dobrar a meta, etc. Pq a lombra da imperfeição é justamente oq nos mantém em movimento, né ?

Posto tais magias inclusive para me e, quem sabe de quebra, vos inspirar a ter esperança de que com esforço podemos todos ser melhores e construir um conjunto de gente melhor. Aos poucos, né. No limite de cada um.

Sugiro então que levem tal em consideração ao buscar contradição em minha existência. Convido todos a usarem/perceberem mais seus espelhos (eu tambéeem), pois estamos em tempos de buscar o autoconhecimento e evolução, e ficar a me cutucar com tais menções ñ tem me ajudado e ñ imagino q vos ajudará em vosso processo tampoco.

With love

3.12.15

#@%*&#@$P*%($@

QUANDO DE LÁ DE DENTRO NADA MAIS VEM DOQ AQUELA EMOÇÂO ARDILOSA, VINGATIVA EM Q O SER SAI LOUCO QUERENDO XINGAR CONTROLAR E CULPAR O MUNDO POR TODOS OS INFORTÚNIOS OCORRIDOS E POR TANTOS "AZARES".O RACIONAL QUE JÁ QUER OBRIGAR UM ESPIRITUALIZAR ATRAPALHA QUEM SÓ QUER XINGAR. O CORAÇÃO ÀS VEZES INTERVÉM NA TENTATIVA DE UMA VIBRAÇÃO D MATURIDADE MAS SOMENTE A ARDÊNCIA QUER EBOLIRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRLDFSÇFLSDSLFFSÇDDÇSDSFLDSÇFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF#@%*#$)(%*

26.11.15

Voice

Me sinto tantos e tantas ao mesmo tempo. Uma hora sinto que sou uma, e é só olhar para outro que me sinto mais vibracional para tal.

Tô fora de mim. Há tempos. Difícil reconhecer isso depois de tantos carnavais. Depois de "amadurecer", mas ainda assim não saber claramente o que sou e para onde vou.

Pois vou aos poucos cortando tudo o que é tolete. E não deixarei mais nada entrar. Uma vez vazia, sei que vou finalmente me encontrar.

Tempos Borbulhantes

Estamos chegando em tempos de sermos sagazes e conseguirmos responder a todo e qualquer estímulo-ativador com amor, gratidão, perdão e de preferência estar sempre presente.

Mas confesso que tentar responder com amor (e consequente ausência de amor próprio) a tanto machismo assassino, só me fez sucumbir, me auto-destruir, etc. A achar que tudo isso é normal. Tenho poder e escolha própria, claro, mas antes disso demorei muito para perceber que se tratava de uma violência. Você vai aos poucos imergindo na situação e acaba se questionando se é realmente louca, realmente chata, realmente tudo, por um tempo. E quando vê, está tolerando coisas que nunca imaginaria, em nome do "amor".

Sim, não há "vítimas", tudo acontece porque tem que acontecer, e amém para um dia atingirmos esse estado de consciência mais elevado e agirmos de acordo.

No momento ainda parece estranho ignorar e simplesmente amar o que há tempos vem acontecendo. Não é o silêncio também uma forma de violência ? Diante de tudo isso que vem acontecendo há muitos anos, expostos na luz agora nas hashtags #amigosecreto e #meuprimeiroassedio, #feminismo, e muitas outras ?

Feliz ou infelizmente (ou os dois, hah), ainda vai ter muita "minoria" nervosa aí, botando para fora toda a dor que já passou, agora que a internet deu essa abertura.

Torço para transmutarmos isso logo, e enfim conseguir enxergar e ir além.

18.11.15

8-80-yin-yang-positivo-negativo-gigi


Caminho pela luz
Diva que reluz
Magia que conduz

Total aonde quero estar
A flutuar, fluir e navegar
A leveza do bem estar

Pois lá de dentro sinto um nó
Um ardido, mas que dó

Cutuco ou deixo estar ?
Vou senti-lo, e oh, mas o quê ?

Estou a desabar !
Densificar, pesado está o meu andar !

Ah, este já conhecido pântano, você por aqui ?
Já não devia eu estar fora daqui,
Man, gosma ! Just let me be !!

Paciência, ciência, atrás dali
Há algo que ainda não aprendi

Inspira, expira, devo seguir
Este cenário também é parte do meu evoluir.


11.10.14

Início de Ciclo

Bom, se a força tem que vir de mim,

ñ há momento melhor para começar (:

*grunhido selvagem de diva 3.1 nascendo*

6.10.14

Tireoide

Q angústia essa de ser e ñ-ser. De sentir pela primeira vez na vida estar passando por algo sério e as pessoas te ouvirem como se vc estivesse falando do clima.

Deozdocéu, q solidão.

Coração batendo rápido, trilha sonora dessa insônia infinita.

Luzes q ñ quero ver no escuro.

Qd isso cessará ?

:(

4.10.13

A tal revolução ~*

Sentada aqui, com uma benção em minha barriga de +-38 semanas de idade, reflito. Com Full Circle do Aerosmith. Me acompanhe, por favor :



Desde uns três anos atrás, eu estava ardendo. Queria a transformação externa, mundo de cabeça para baixo em prol de renovação. Para mim, a fatídica data 21/12/2012 seria um marco de revolução social. Não que tenha deixado de ser. É de fato um período que, durando até hoje, se encontra ainda bem turbulento e instável, demonstrando lampejos de evolução social real.

Mas tal data foi para mim de fato marcada por um acontecimento outro. A revolução nervosa não foi social, externa. Foi absolutamente interna. Conheci um guri no dia 16 de dez. A conexão foi instantânea, e junto, um vislumbre raro em minha vida de que seria tal ser com quem eu me 'casaria'. Entre aspas porque esse termo, para mim, vai além do tradicional assinar de papéis.

Pois veja bem. Eu. Pensando nisso. Na primeira semana que o conheci. Sim.



Um mês depois desse saculejante sentimento, uma não-planejada-porém-amada semente estava plantada. Semente essa que, mais uma vez, virou meu mundo de cabeça para baixo. Acho que no prisma psicodélico da vida, devem existir 94889 ângulos de cabeças-para-baixo disponíveis para explorarmos haha. Ou mais.

Enfim.

Aqui sentada estoy. Aqui, eu. Na cara da transição. Na cara dos 30 anos. Na cara do nascimento/renascimento. Quem sou ? And mainly... QUEM SEREI ? :0

'cooome full circleeeee'

O lindo Gael virá no nosso novo ambiente domiciliar. Símbolo literal de nova vida, cheio de amor, de energia de renovação. Cercado de duas gatas, papai, mamãe.

* mamãe *

Estava eu ainda presa em um viciante ciclo de não saber nem cuidar de mim mesma haha. Pois acontecem por uma razão, essas tais coisas.

Revolução de saturno, junto com a revolução social, em conjunto com revirada interna. Uau. Maremotinho-tempestivo esse Gaelzinho.



Lindo. Pezinho na barriga. Na deriva de nascer entre a libra da mãe e o escorpião do pai. Que dá respostas de conexões além do físico.

Amor.

Quem estou virando ?
Quem seremos ?

'coooome full circleeee, circleeeee, cirCLEEeee, circleeEEee, circleeeEeeEE, circleee WAH'

27.8.13

Pelo direito de transpirar cheiroso

Deixo aqui uma menção, uma nota. O que aconteceu com meu direito de cidadã de transpirar sem 'cecezar' ?

Em que triangulo-bermúdico os desodorantes 'transpirantes' caíram, han ?

Todos eles q eu achava simpaticamente cheirosos e leves, adicionaram em sua fórmula a lombra q não me deixa transpirar em paz.

Se faltava um estímulo para me jogar no desodorante natureba feliz-mais-leve-q-tudo-porém-ñ-existente-em-brasília-consequentemente-caro, ei-lo aqui !

Godamn it, society.

Proponho uma revolução, um evento no facebook, um encontro no museu, barraca, sei lá, com todo mundo sem desodorante. quero ver se não vão nos ouvir.



a tempo: fui procurar uma foto de suvaco para ilustrar o post e me veio a dúvida : pq ao digitar "suvaco" no google, as primeiras imagens são todas de minas com suvacos cabeludos ? o.oa

em protesto II, ilustrei o post psicodelicamente.

1.2.13

Mind Jungle

Sou um caos de existência confusa, em contínuo alinhamento desalinhado, espocando faíscas de cores indecifráveis para todos os lados, desorientando aos outros e a mim mesma, num constante giro yin yang prismal.

socooooorr.....

22.1.13

Giro do Olhar

Com um simples girar, muda todo nosso olhar.

Tipo a expressão "o sofrimento é opcional" ?

Então, uma mesma situação pode ter, simplificando, dois ângulos opostos. Deixando mais simples ainda, o ângulo 'feliz' e o ângulo 'triste'.

Uma vez tentei explorar minhas opções de ângulos assistindo a um filme. Outra, sob o efeito de coisitas alucinógenas. Mais uma ainda, quando eu estava numa situação caótica e bizarra.

Fui bem sucedida em vários momentos. E é assustador como de fato tudo muda, as imagens chegam até a ficar mais bonitas, as vozes mais pomposas. De uma situação assustadora e preocupante, podemos transformá-la e nos sentirmos aventureiros, jogando um videogame rpg em alta resolução. Muito louco.

Gigante é o desafio de conseguirmos nos manter no ângulo que nos faz sentir bem, já que às vezes nossas vivências/bagagens/traumas podem fazer tal ser absolutamente invisível.

12.1.13

Mind Truck

. Fuck you
. Nah, fuck you !
. Fuck you, first.
. Let's fuck.

10.12.12

Spinning

Muitas vezes desagradáveis os momentos que se repetem.

O quão tenso é ter a ciência que tudo depende da nossa real vontade de mudar, mas, ainda assim, acabar se vendo no mesmo lugar ?

O reconhecimento de tais momentos repetidores é um passo a frente, mas já não reconheci o suficiente ?

Haha putz, chego a me sentir repetindo de série na escola. Mas dessas nunca repeti nenhuma.

Bring it on then - again - society.

19.9.12

Black Holes in the Sky

Pois quando te revi, tudo mudou.

Eras poderoso, incrível, príncipe charmoso das montanhas.

Neste momento que te olho, estranho : "pra onde foi o brilho ?". Uma solidão, uma apatia senti.

Te pintava com o que me pertencia, e agora que venho recuperando tal magia, te vejo se perdendo de mim.

Isso não significa que não brilhas mais. Somente não és mais estrela do meu mundo.