16.2.05

TopCus : ~ .

* Não adianta, por mais porradas amadurecedoras que levo na cara, não consigo almejar ser um humano adulto "correto" e com seus atos friamente calculados e contidos. Não consigo por isso mesmo: criatividade contida, espontaneidade contida, felicidade contida, emoção contida DEMAIS. E qnd tento isso fervorosamente, costumo ter um break down. Há um equilíbrio a ser buscado e veremos então aonde pararei futuramente.

* Mas oq não é o meu futuro senão eu mesma em contextos variados? Quando eu era um ser pequeno (em idade, vamos), eu me imaginava aos 21 anos como uma mulher deveras segura, famosa, estilosíssima, cantora e rica, namorando firme com o meu prince charming e lidando com crianças de forma que elas me adorassem e respeitassem. Esse era o meu futuro, ser uma imagem ideal mémémé. No fim das contas sempre acabei como eu mesma. As crianças me intimidam como sempre me intimidaram. De alguma forma acho sempre que elas sabem algo mais do q eu. Que coisa. Como assim mulher segura? Mulher eu? E vocês, quem são? porra!

* E oq não há de mais clichê no mundo do q filosofias baratas e sem bases concretas em um blog?

* E vc? ta olhando oq? Tem medo da morte não mano?

"*(%*$($"(

Um comentário:

Kika | 16-02-2005 17:03:24 disse...

Esse lance de ser adulta ta sendo mais complexa do que aquela fase aborrecente. Ta que os ja definidamente adultos acham q o pior ja passou, mas eu so tow vendo a porra piorando, e virando uma bola de neve. Agora me andam me falando que aos 30 eu tow mais tranquila e segura. Realmente isso parece o papo q rolava qd eu tinha 10 anos de idade... Ta foda, viu? :/