13.6.09

"Por vezes eu acho que só o que falta é um pouco de organização nessa desordem imensa na minha mente... São inúmeros os arquivos ainda sem pasta definida, outros esperando ser renomeados e movidos para o lugar certo e muitos temporários que aparentemente ocupam mais espaço do que necessitam..."

"E descobrimos que não temos o que queríamos hoje por culpa de uma decisão mal-pensada em uma encruzilhada despercebida e o arrependimento ecoa com a certeza de ser tarde demais.... Tivemos tudo em nossas mãos e deixamos que se esvaísse... Às vezes por negligência, outras por pura idiotice... E por que diabos esse “backwards” apresenta sempre esse problema irritantemente conveniente de estar constantemente desabilitado?
Pois então, resignados por falta de opção, nos voltamos novamente às decisões à nossa frente com um olhar mais crítico e munidos de mecanismos de análise detalhados para que erros como esses não mais se tornem problemas arquivados na infinidade de setores da área dos arrependimentos mortificantes.


E a infinidade de caminhos da malha intrincada que se mostra a cada passo zomba da nossa falta de percepção e dessa indecisão tão familiar da acomodação..."


"E não falo aqui sobre o liberalismo cego e absoluto, mas sim de uma compreensão do que seriam esses sentimentos tão intrínsecos e por vezes incontroláveis que nos levam a atos por vezes impensados, inconseqüentes ou mesmo descabidos...

E o que então poderíamos chamar de virtudes? Será que dentre essas se encaixa ainda a hipocrisia do disfarce perfeito de uma fraqueza que leva a uma volubilidade de atitudes e de apresentações de um mesmo contexto? "


uau, Dani, nada mais apropriado. un bacione.

Um comentário:

Pingretzinha disse...

Nossa!! Tamanha a minha surpresa de entrar aqui e ver um post só de citação minha!!! Brigada, querida! Me sinto honrada!! =**********